Funcionário do Continente mostra uma outra perspectiva das prateleiras vazias nos supermercados

Luís Carvalho é um jovem de 20 anos, colaborador num Hipermercado Continente, que recentemente partilhou uma mensagem impactante na sua conta do Instagram sobre uma outra perspectiva da corrida desenfreada aos supermercados e a publicação tornou-se viral.

“Ao contrário de tantas outras gente, prefiro colocar fotos das prateleiras cheias e arrumadas. Sabem porque? Porque é tão mais fácil mostrar o que as pessoas querem ver, prateleiras vazias, supermercados vazios, talhos vazios, peixarias vazias quando a única coisa vazia que existe é apenas e só o vosso cérebro!
Sou colaborador de um dos maiores supermercados de Portugal, e por causa das pessoas que têm o cérebro tão vazio, das pessoas ignorantes hoje cheguei a casa as 4:30 da manhã sendo que o meu horário seria sair às 22:15, para que amanhã os mesmo clientes que hoje foram as esta superfície possam ir buscar mais um carrinho cheio com medo que o mundo acabe.
Não me incomoda fazer 15 horas de trabalho, não me incomoda dormir 6 horas para amanhã estar de pé para mais um dia de trabalho, nada disso incomoda-me, mas incomoda-me profundamente a falta de respeito que tanta gente têm por estas pessoas que são iguais as outras mas que trabalham num supermercado, que tantas vezes têm que levar com os clientes porque estão cansados, porque não lhes correu bem o dia ou simplesmente só porque acordaram mal dispostos.
E isso sim irrita-me porque hoje eu e meia dúzia de colegas fizemos só mais “6 horas” para que amanhã não falte nada as pessoas e fazemos isso mesmo sabendo que amanhã haverá tanta gente a reclamar ou porque o preço não está correto, ou porque está filas muito grandes, ou porque estamos a estorvar, ou porque não temos o artigo que eles preferem, mas mesmo assim fazemos…
Entendo que estejamos todos preocupados porque não sabemos o que nos espera, mas se há algo que podemos sempre fazer é respeitar o próximo é o mínimo!
E amanhã quando forem fazer as vossas compras lembrem se que qualquer colaborador que encontrarem preferia estar em casa com as famílias, mas que estamos ali para ajudar outras famílias que não são as nossas… Desculpem o desabafo ✌🏻
ps: podem ir as compras amanhã que ainda não acabaram as coisas!”




Comentários

  1. Isso é chover no mulhado, muita gente não tem respeito por quem trabalha.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário